segunda-feira, 7 de julho de 2014

Vestido Metamorphose

Eu continuo não me aguentando e consumindo. Dessa vez foi um vestido da Meta que chegou já há algum tempo.



Comprei pelo grupo Lolita Sales da Raysa Fonseca e ela me mandou junto alguns presentinhos. Muito gentil.


O vestido tem um forro ou quase anagua que faz ficar armadinho.

Olha só, a foto da direita é com anagua e da esquerda é sem. Nem senti muita diferença.


A única coisa é que preciso de por um cinto ou algo que marque a cintura, para ficar mais bonito.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Crípta Vitoriana ou Consumindo Sweetezas

Esse é um post está um pouco atrasado, tipo na Páscoa. hahaahahahah
Já havia um tempo que não comprava acessórios então entrei em contato com o senhorita Di lua e sua lojinha de alegrias.


Ainda com minha pegada sweet, comprei 3 aneis muito cuti cuti, 2 de cavalinho e um de ursinho. Tão lindos que quase me deu diabetes. Vieram numa caixinha e num saquinho muito delicado, achei gentil.


Comprei também um colar mais clássico de pérolas que usei no Matsuri.


Como a gente mora parcialmente em São Carlos (parcialmente porque as vezes moro em Ribeirão Preto e ela em Botucatu) fomos nos encontrar na Caramelo.
Usei minha saia de notinhas e meus creepes. Ficou com cara de anos 50s.


domingo, 15 de junho de 2014

Loliday e Despedidas

Um dia antes do Loliday (06/06), conseguimos marcar um encontro com a lolitaiada de sancaville (menos dona Paula que não curte mais as coleguinhas sancapolitanas).

Acácia está indo para os EUA pelo Ciência sem Fronteiras ficar um ano lá, aproveitamos para fazer uma despedida.
Fomos a doceria Caramelo tomar soda italiana radioatia. Lugar fofo, com ar condicionado!


Tinha um outifit em mente, mas como sexta é dia de trabalho acabei montando algo mais simples.
É, de novo esse vestido, mas o que fazer? Eu o adoro.


Sábado (07/06) foi a festa de aniversário da Chibi-ibi. Esse seria o dia para se usar lolita mas, como tudo que é obrigação, não me deu a menor vontade de me montar cheia dos babados. Usei meu vestido de veadinho. Enfim, fiquei fofa da mesma forma.


domingo, 25 de maio de 2014

Compras para o Inverno

Passei frio infinito ano passado e decididamente esse ano não irei passar. Em fevereiro já comecei a caça a cardigans, blusas de mangas, paletos, casacos e afins.


Comprei pelo aliexpress, meu queridinho, um casaco fofucho rosa, um cardigan mais leve de coração verde miku e uma carteira porque não resisti.
 O casaco e acarteira são da mesma loja (loliloli shop) e eles são muito gentis. Junto com a encomenda, mandam também um presentinho e um recado. Chineses carinhosos.



O casaco rosa é bem quentinho, mesmo não parecendo. Fica lindo! Com lolita, com roupa comum e me deu muita vontade de montar um fairy kei com ele.


A carteira é muito bem feitinha e grande. Acredito que tem umas bolsas minhas que ela não ira caber mas, enfim, é tão linda.


Já esse de coração. A manga é bem curta e fica tipo 3/4 para mim. Mas ainda bem utilizavel, né?

terça-feira, 20 de maio de 2014

7º Matsuri

Mais um Matsuri. Lotado! E esse foi o único problema do evento. Tinha filas gigantescas e se não fosse o Felipe, aquele, eu não teria comido nada. Enfim...
Logo quando cheguei encontrei a senhorita Di Lua e sua irmã enchendo a barriguinha de yakisoba e guioza. Ela foi embora logo depois então conversamos pouco.


Esse ano teve desfile cosplay. Dona Estela até me convidou para desfilar mas como não pude (eu em São Carlos, todos meus cosplays em Ribeirão). Foi bom rever a Fly, Natasha, Sei-chan, Nini-chan.

Foto: Julio Buosi - Projeto Cosplay


Foto: Julio Buosi - Projeto Cosplay

O negócio é que fui mesmo para ver a Witchko. Tinha prometido para ela ir lá falar oi. Só conseguimos conversar após o desfile e logo ela foi embora para o hotel. Mas foi bom reencontra-la mesmo que rapidinho.


Encontrei também dona Ariane na sua barraquinha de mangá (sim, teve barraquinha vendendo mangá no Matsuri, o início de uma nova era hahahahha).


Obviamente ela me tentou com o baralho do Batman.

Sobre o baralho, achei bonito e bem feito.


Só há imagens nas cartas J,Q, K e não há imagem no coringa, o que me deixou bem chateada.


Enfim, pelo menos a caixinha é bonita.


Matsuri é momento de lolitagem. Entra ano, sai ano e as pessoas não sabem diferenciar lolita de cosplay. Interior, amo! Sou muito simpática com seres humanos quando estou de cosplay, mas normalmente ou de lolita sou eu mesma e eu mesma não tem a menor paciência ou vontade de interação.
Sábado fui com meu vestido vitorianinho que eu comprei ano passado para meu aniversário e a bolsa que ganhei da Chibi.


Domingo eu voltei para comer como se não houvesse amanhã, mas tudo que eu queria já tinha acabado (matsuri da depressão). Fui mais casual, com minha saia da Meta e meu creeper amoreco.


Extra: Finalmente consegui uma foto fofa com aquele lá.



quinta-feira, 8 de maio de 2014

Presentinhos de Aniversário


Fiz aniversário há quase 2 meses mas só agora consegui juntas todos os presentinhos.



A Pocks (lê-se, minha madrinha e padrinho porque a Pocks é piveta pobre ainda) me deu o Billy Creeper da Melissa (na verdade o dinheiro pra comprar, mas muito detalhe né?). Já havia tentado comprar um, o rosa chock flocado, mas ele rasgou com 3 dias de uso. Qaundo vi que voltaram outras cores, acabei comprando o rosinha claro. Adoro grandemente essa Melissa.


O pai do Felipe me deu um ovo lingua de gato da Kopenhagen. Acabou em poucos dias, mas deixei a caixa como arte figurativa do chocolate.


Dona Chibi-ibi me deu essa linda bolsa réplica da Anna Sui. Acho que é o desejo de todo mundo que passou pelo classic loli. Não dei festa por vários motivos além da minha vontade, mas a Chibi me deu presente mesmo assim e achei muito gentil.


E obviamente me deu um presente já que aquele não teria como me presentear esse ano. Precisava de um casaco já que passei frio infinito ano passado. Paquerei esse casaco na Bodyline por quase um ano e por fim comprei. Como tudo da bórilaini, ele bem mais bonito pessoalmente. O azul é mais escuro, perfeito pra um inverno com personalidade.


Veio junto esse laço, que é bem bonitinho e de um tamanho bom, mas não vi onde exatamente usaria no casaco isso.
Obrigada a todos pelos presentinhos.

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Ruivices

Faz uns anos que meu cabelo está vermelho. Sempre gostei de passar tinta semi permanente bem vermelhona que vai desbotando e virando ruivo "natural".
Minha tinta estava dificil de encontrar , resolvi experimentar a tal da Garnier Olia. Comprei essa ai em baixo, vermelhão capetônico 6.66.



Então, meu cabelo ficou escuro. Um vinho bem escurão. A tintura além de ressecar meu cabelo, deixou de uma cor que não fazia o menor sentido. E pior, o cabelo ficou soltando tinta e manchando roupa o mês ineiro.


Por fim, depois de um mês, a cor ficou assim:


Desbotou bem, mas ainda não era o que eu queria.
Pensei, vou desbotar essa porcaria, passar loiro médio acinzentado e deixar a natureza agir. Foi ai que comprei o Dekapcolor.


Gente, esse treco tem um cheiro que recomendo a todos! Tem que ver. É uma fragância de esgoto vazando com nuances de essência de gambá.
Fiz as duas aplicações que são recomendadas e virei strawberry blonde.


A cor ficou homogênia, só senti que deixou meu cabelo um pouco ressecado. Tive até que comprar negocinho de fazer hidratação. Minha gente, meu cabelo é oleoso, não sei mexer com essas coisas não.
Agora vou deixar um pouco assim e ver como meus loiros naturais interagem com essa cor.
O negócio é que o tal do Dekapcolor faz o que promete sim. Vai com fé!


Cenas dos próximos capítulos: rumo ao ombré.